Páginas

7.30.2010

À Beira da Loucura


Então, é isso? Sim, eu sei. Sei que você tem outra pessoa. Nada posso fazer quanto a isso. Mas e nós? Acaba aqui? Você não sabe o quanto me faz mal ficar longe de você. Quando nos encontramos, sinto uma alegria que não sei explicar, e só sinto quando estou com você. Mas você não sente o mesmo por mim, não é? Eu já imaginava. Sim, você sente isso por outra pessoa, eu sei. Mas, mesmo sabendo, ainda tive esperança de algo dar certo entre nós. Essa atenção que você me deu nos últimos dias, senti uma felicidade quando foi você que procurou falar comigo. Minha cabeça ficou cheia de pensamentos esperançosos de nós dois. Cada vez que nos despedíamos, eu ansiava em chegar o próximo encontro. Mas não foi assim, não é? Durou muito pouco. Talvez eu tenha me empolgado demais. Talvez eu deveria ter ido mais devagar. Mas, sim, eu arrisquei. Para quê? No outro dia você não me procurou. Não respondeu minhas mensagens. Eu estava só, novamente. O quê? Sim, eu sabia que você não era para mim. Mas poderia ser, eu pensava que podia mudar isso. Mas não pude. Como fui idiota! Pensar em nós dois, juntos... Ah, fui mesmo um tolo.

Precisa me jogar na cara? O jeito como você se afastou. Sua última mensagem. Tão simples, mas como uma bomba! Não tive ânimo para te reencontrar. Não tive ânimo para nada. 

O que foi? Vai ficar aí, me falando que já é de outra pessoa? Quer saber? Cansei! Sim, cansei. Não vou ficar deprimido por sua causa. Não vou mais chorar por você. Você não merece. Talvez mereça... Não, eu não posso pensar assim. Você não merece essas lágrimas. A causa foi você, mas você não as merece. 

Acha que não vou conseguir viver sem você? Me poupe! Pare de falar bobagens. Sigo em frente com minha vida. Não vai ser você que vai estragá-la.

Oh, me dá um tempo! Eu vou te esquecer. Não consigo? Hahahahaha. Não me faça rir. Quem é você para saber o que consigo fazer ou não! Vou te esquecer tão facilmente como foi para você ficar na minha mente.

Cego? Você realmente está fazendo piadas. Não, eu não tenho olhos só para você. Sim, sua beleza, seu jeito de ser, são marcantes, não posso negar. Mas e daí?

O quê? Ah sim. Estou ficando louco? Você está me deixando louco com esses seus comentários sádicos. Deve estar se divertindo com isso, não está? Deve estar rindo de mim com seu amor por aí, enquanto passeiam e namoram e fazem todas as coisas que eu planejei para NÓS! O que estou dizendo? Espere, sua imagem está mais clara. Não te disse que você iria embora assim, tão facilmente?

Não compreendi, o que disse? Ah, você está sumindo. É melhor mesmo...
A imagem desapareceu. A voz também. Hahahahahaha. Sim, estou rindo. Que bom que foi embora. Tudo o que acabou de me dizer. Ficar rindo, assim, de mim. Que audácia! Mas... não, não faria isso. Não riria de mim. Você não é assim. Estou olhando em volta. Estou no meu quarto. Mas como saiu sem fazer barulho? Como...? Hahaha... Estou rindo.. de quê? Como pôde ir embora, se nunca esteve aqui? Estou agarrado ao meu travesseiro, com os olhos inchados. Com quem estive falando? Se estive sozinho esse tempo todo?

E eu havia pensado que passaríamos bons tempos juntos...

Douglas Mateus

15 comentários:

  1. Muito bom este post.. nos primeiros parágrafos pude ver em palavras meus próprios sentimentos, um pouquinho da dor que senti a uns tempos atrás que só agora está passando.

    Adorei o post Mateus.. Um beijo grande.. E um ótimo fim de semana...

    http://entrelinnhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Me desculpe mas sou sincero,mais um conto de amor sem emoção nova!!

    ResponderExcluir
  3. Adorei a intensidade do post..
    Quem nunca enfrentou algo similar, neh?!
    ;D

    ResponderExcluir
  4. Oi Matteus!! Me desculpa por não ter respondido teu scrap, mas foi tudo prá caixa de spam e só vi hj. Fiquei super feliz em saber q vc curte meu blog. Aliás eu adoro os seus comentários e sempre q dá eu passo no teu tbém... é muito bom! Adorei o post! Aliás, deixei esse mesmo recado na tua pag., mas o orkut tbém mandou pro spam. Obrigada pelo carinho. Bjo.

    ResponderExcluir
  5. hmmm...profundo ^^

    se quiser visita :)
    http://luzdeabajur.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Tantos porquês, quem sabe, se eu pudesse...
    Amor tbm é isso, pontos de interrogação!

    Parabéns pela reflexão!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Engraçado, fui na comunidade de divulgação de blogs de leitura e já ia entrar no seu blog, quando fui no meu próprio e vi seu comentário. Rs.

    Seu texto é inteligentíssimo e, talvez, um pouco pertubador. Quem nunca sofreu com uma traição ou não temeu esse sofrimento?

    Com certeza devemos seguir em frente, deixar o tempo curar as feridas e nos permitir esquecer dessa pessoa que só nos faz mau. Porém é quase impossível extinguir a sensação de vazio, né?

    Sempre resta aquela melâncolia, até encontrarmos outra pessoa para ocupar aquele espaço que ficou vazio. De preferência melhor que seu ultimo morador. Hehehe.

    Beijos,
    Irine (Yami_no_Hime).

    ResponderExcluir
  8. Belo texto, mas se vc quer um conselho! coloque mais umas fotos pra ilustrar as matérias ok

    ResponderExcluir
  9. Poxa, que triste... Sorte minha por nunca ter sofrido algo assim... Mas parabéns, o texto é bem legal...

    Abraços,
    http://dudaworlds.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Além de sensivel espaço, é muito interessante!
    gostei desses ares de cá, sigo ! e volto!

    ResponderExcluir
  11. Profundo, reflexivo e um verdadeiro enigma: tá aí três adejetivos para definir o amor. Bom texto e blog realmente muito bom.

    Se puder, me visite.

    abraçoo

    ResponderExcluir
  12. Parabens pelo blog

    gostei do texto, mesmo sendo em prosa, há um que de poesia nele !

    realmente, este trecho que voce escreveu :

    "Acha que não vou conseguir viver sem você? Me poupe! Pare de falar bobagens. Sigo em frente com minha vida. Não vai ser você que vai estragá-la."

    está certissimo, as vezes algumas pessoas pensam que nossas vidas dependem delas, e tentam explorar emocionalmente aqueles que amam, mas a força interna de cada um pode dar as condiçoes de sair de um relacionamento que faz mal.

    uma boa lição

    um abraço
    continue na batalha

    Ibere
    http://ibererestivo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Muito massa. Segue meu blog também rsrs. Um salva o outro. Mas, falando sério, bem bacana esse texto.

    judasinocente.blogspot.com

    ResponderExcluir