Páginas

11.25.2012

Do lado de fora - Parte II




Havia dormido bem. É claro, depois da maravilhosa noite que teve. Abriu os olhos, que rapidamente se acostumaram com a tímida claridade do lugar. Apenas uma vela iluminava o quarto, quase toda queimada. Olhou de um lado para o outro, em procura de alguém. Achou estranho, estava sozinho. O que poderia ter acontecido?
Levanta da cama, caminha pelo quarto, desviando dos filmes espalhados pelo chão. Sobre a mesa de cabeceira, um livro começa a ser folheado pelo vento. Agora se deu conta de que a janela estava aberta. Fitou a cortina balançando por um momento. Então era isso, fora deixado para trás. O porquê, não fazia ideia. 
Andou em direção ao guarda-roupa e parou em frente ao espelho. "Não, eu não vou ficar aqui sozinho". Se vestiu com uma boa roupa e escolheu um bom agasalho. Olhou mais uma vez para o quarto, um olhar entristecido. Pulou a janela.
Não enxergava nada, não havia nada para enxergar. Apenas caminhava para frente, se é que havia alguma direção. A única coisa que podia ver era o quarto pela janela, mal iluminado, ficando cada vez mais distante.
Fora deixado para trás, queria saber o motivo. Diversos pensamentos turbilhonavam em sua mente, enquanto andava pelo nada. E a cada passo caminhava para a escuridão...


8 comentários:

  1. Uma busca através do desconhecido é muito dificil. Não se sabe por onde começar, aonde ir primeiro.
    O desconhecido tem certo magnetismo que te puxa e por vezes atrai quem está junto de ti.

    Abraço. Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Douglas.
    Por vezes, temos de agir exatamente assim, irmos em frente sem enxergarmos o caminho, apenas com a certeza de que estamos fazendo aquilo que desejamos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Mateus,
    tudo bem?
    Primeiro quero agradecer o teu comentário por lá, gostei bastante!
    E o teu texto, bem, já te falei isso em outras vezes, gosto muito como você escreve, tem um tanto de intimismo e suspense, muito bom; e essa parte é uma ótima sequência, pois manteve o suspense e ainda aumentou a expectativa, mantém a atenção do leitor, o que nem sempre é fácil.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mateus.
    Então..eu consigo até que lidar bem com a correria do dia á dia e manter o blog. É só por uma semana que tentarei evitar um pouco para dar prioridade me outras coisas. Mas jamais penso em abandonar o blog RS. Nossa, lutar como a Ada...vou ter que ser muito punk para isso ahsahahs.
    Sobre o texto, concordo com o que a Cissa disse..tem um toque de suspense que deixa tudo muito mais interessante.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. sensacional, cara!
    depois do ponto de vista da pessoa "abandonadora", e da pessoa abandonada, exijo o ponto de vista do vulto que aparece na primeira parte hahaha
    brincadeiras a parte, não sei se acaba por aí, mas tenho certeza que se houver parte 3 será tão intrigante e envolvedor como as duas primeiras partes!

    abraço Mateus!!

    http://songsweetsong.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. É preciso humildade para reconhecer que não fazemos ideia do que Deus está
    planejando a nosso respeito. Precisamos reconhecer que pode ser algo radicalmente
    diferente daquilo que já recebemos dele. Precisamos não esperar nada em especial para
    nos surpreender e maravilhar ao ver o que Ele fará.
    Com essa mensagem de fé esperança e amor
    venho te desejar um abençoado Natal a você família e amigos.
    De todo coração agradeço por compartilhar sua amizade comigo
    marcando sua doce presença de Natal a Natal.
    Que a festa do aniversariante seja linda e inesquecível.
    Beijos no coração e carinhos na alma,Evanir.

    ResponderExcluir
  7. OLá meu querido, bom dia!

    Adoro o teu jeito de escrever, e te confesso que gostaria de escrever igual. Você tem uma desenvoltura com as palavras, com o texto coerente, bem feito, que admiro enquanto vou lendo...
    Mas, todos nós, em certos momentos da vida, faz isso mesmo, caminha em direção de algumas coisa que não se sabe bem, e deixa pra trás, o construído, porque talvez, ele não era bem a construção que pretendíamos.

    Adoro quando vc me visita. Bem que poderia voltar mais vezes, né ? Rsssss...

    Feliz Tuuudo pra você e sua família, Matheus!!

    Bjos da LU...

    ResponderExcluir
  8. Ei, quero saber o que irá encontrar! :o

    Aguardando...

    Ei, Douglas, obrigada pelas presença constante no Umas e Outras, mesmo em minha ausência blogosférica. Vc é um queridão!!!

    bjks JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir